Pub

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Google+ é a nova Vida Social da Internet

A partilha da vida real na perspectiva da web

A necessidade de comunicar com os outros é um dos instintos mais básicos dos seres humanos. Com um sorriso, uma gargalhada ou com um aceno ligamos-nos com os outros todos os dias!
Hoje, cada vez mais, as conexões entre as pessoas acontecem on-line. Apesar disso, as nuances e a essência das interações do mundo real são perdidos na rigidez das nossas ferramentas on-line.  

Desta forma básica e humana, a partilha on-line é inadequada e fria. Com o tempo perde-se e a Google quer dar um novo significado à partilha da vida real online.

E assim começa o projeto Google+ :





+Círculos: partilhe o que é importante com quem mais importa


Nem todos os relacionamentos são criados igualmente. Partilhamos algo com um colega de trabalho, com nossos pais e quase nada com nosso chefe. O problema é que os serviços on-line de hoje transformam amizades em fast food: embrulhando todos os nossos contactos na embalagem “amigos”. Assim, a partilha fica prejudicada.
É descuidado. Queremos ligar-nos com certas pessoas apenas nalguns momentos, mas o que acontece on-line é que sabemos tudo de toda a gente permanentemente.
É assustador. Cada conversa on-line (com mais de 100 “amigos”) é uma exposição pública e, por isso, partilhamos menos com medo dos holofotes da exposição ao desconhecido.
É impessoal. Os conceitos de “amigo” e “família” são diferentes para cada pessoa, da sua própria maneira, nos seus próprios termos. No entanto, perdemos essa diferenciação quando estamos on-line. 

Ao analisar estas limitações, questionámos-nos: “o que as pessoas fazem de verdade?” E não precisamos procurar muito para descobrir a resposta. As pessoas, na realidade, partilham tudo constantemente mas de forma selectiva, dentro dos seus círculos.
Da família aos colegas da escola, descobrimos que as pessoas já usam os círculos da vida real para se expressarem e para partilhar de forma precisa com as pessoas certas. Assim, a Google fez o mais lógico: trouxe os Círculos para o software.
Simplesmente crie um círculo, adicione pessoas e partilhe novidades, assim como um dia qualquer:


 
+Sparks: inicie uma conversa sobre qualquer assunto

Fixações saudáveis inspiram a partilha, e todos temos uma (ou duas, ou três…). Talvez ela seja carros artilhados, banda desenhada ou moda, mas a atracção é sempre a mesma: ela aparece numa conversa na qual participamos e, então, é partilhada com outros fãs. Estas conversas prolongam-se horas a fio. O truque é iniciar as coisas e eliminar a “timidez” inicial. Felizmente, a web é perfeita para “quebrar o gelo”.

A web, é claro, está cheia de excelentes conteúdos, desde artigos recentes e fotos vibrantes a vídeos interessantes. E óptimo conteúdo pode gerar óptimas conversas. No entanto, reparamos que ainda é muito difícil encontrar e partilhar as coisas que são importantes para nós, sem muito trabalho e perturbação. Para colmatar essa barreira a Google criou um mecanismo de partilha on-line chamado Sparks.
Graças à experiência da Google, o Sparks exibe um feed de conteúdos atraentes de todas as partes da Internet. Sobre qualquer assunto que o utilizador queira, em mais de 40 idiomas. É simples: adicione os seus interesses e terá sempre alguma coisa para ler e para partilhar com o círculo certo de amigos:



+Hangouts: pare e diga olá, cara a cara

Da mesa de um bar ou da frente da casa, os seres humanos sempre gostaram de estar juntos. E por que não gostariam? É assim que nos distraímos, recarregamos as energias e passamos o tempo com novos e antigos amigos. Estar junto é simples, mas perdemos esse atributo quando estamos on-line. Perdeu-se o contacto da presença.
Pense: quando entra num bar ou se senta à frente da sua casa, o sinal que passa é “Ei, povo, estou com tempo livre, estejam à vontade para falar comigo.” Além disso, cria-se um entendimento silencioso que coloca as pessoas à vontade e incentiva à conversação. Entretanto, as ferramentas de comunicação on-line de hoje (como mensagens instantâneas ou chats em vídeo) não entendem este aspecto:
Para começar, são chatas. O utilizador pode chamar todos os que estão como “Disponível” mas, mesmo assim, ainda corre o risco de interromper a actividade do seu contacto.
Elas também são bastante inadequadas. Quando a pessoa não responde, o utilizador não sabe se a pessoa está lá ou se ela não tem interesse em falar consigo.
O Google+ pretende promover os encontros on-line mais divertidos, naturais e espontâneos e, por isso, criaram os Hangouts. Combinando encontros casuais com vídeos ao vivo, os Hangouts permitem que o utilizador pare quando for possível e passe algum tempo com seus Círculos. Cara à cara:
 


+Mobile: partilhe o que acontece, agora, sem complicações

Nos dias de hoje o telefone é o acessório de partilha perfeito: está sempre na mão do utilizador, sempre ligado e é a maneira com que interagimos com nossos amigos mais próximos. A Google pretende ir mais além do que a simples experiência móvel, com o Google+ a Google centrou-se em determinadas funcionalidades (como GPS, câmeras e mensagens instantâneas) para deixar o seu smartphone ainda mais pessoal.

+Local, local, local

Na vida, os lugares que visitamos formatam as conversas de várias formas. Por exemplo, se ligamos para o João do aeroporto, certamente ele perguntaria sobre a nossa viagem. Ou, se a Joana nos enviar uma mensagem de texto de um restaurante próximo, talvez a encontre para jantar. Com o Google+ o utilizador pode adicionar o seu local em cada post que faça, assim poderão saber onde está, mas o mesmo poderá não acontecer se desligar a geo-referenciação, quem decide é o utilizador.

+Instant upload

Transferir fotos do telefone para a Internet é muito complexo (digamos que é demorado e exige algum tempo de preparação) e, por isso, poucas pessoas se dão ao trabalho de o fazer. Naturalmente que as fotos foram feitas para serem partilhadas e não esquecidas. Por isso, a Google criou o Instant Upload para garantir que nenhuma foto interessante deixe de ser mostrada e partilhada. Cada vez que o utilizador tira uma foto, e com a sua pemissão, o Google+ a adiciona-a num álbum particular on-line e a deixa nesse álbum disponível para todos os seus dispositivos. Prontas para serem partilhadas quando quiser e com quem quiser.



 

+Chat em grupo

Coordenar amigos e família em tempo real é uma tarefa difícil na vida real. Afinal, todos temos uma rotina diferente, em lugares diferentes e os planos mudam a todo o momento. Telefonemas e mensagens SMS funcionam, mas não são ferramentas adequadas para reunir os amigos e a família. Assim, o Google+ inclui o Chat em grupo: uma experiência de mensagens on-line em grupo que permite que todas as pessoas de um círculo saibam o que está a acontecer naquele momento, em tempo real.




 

A partir de hoje o Google+ está disponível no Android Market e na web móvel, assim como na App Store.

+Você: colocando-o em primeiro lugar, por todo o universo Google
 

Este é o projecto Google+ até agora: Círculos, Sparks, Hangouts e mobile.
Começaram a ser feitos tester externos e, por isso, o utilizador perceberá que ainda não estão perfeitos estes serviços. Assim, o acesso ao projeto é feito apenas por convite. No entanto, a partilha on-line precisa ser vista sob uma nova perspectiva, e já era hora de começarmos a fazer isso.
Em conclusão…

Este é um projecto que permite associar várias tecnologias, dispersas, oferecendo uma experiência de utilização mais completa, rica e eficaz, tornando o mundo social da web mais pessoal e mais próximo das pessoas. A Google quer criar um novo mundo social.


Fonte: Pplware

Nenhum comentário:

Postar um comentário