Pub

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Windows 8 abre novas possibilidades na educação

A Microsoft acredita que o novo sistema operativo disponibilizado a nível mundial vem trazer um "potencial extraordinário" na área da educação. As funcionalidades foram na sexta feira apresentadas numa escola de Carnaxide, perto de Lisboa, a alunos do quarto ano. 

O porta voz da Microsoft foi o Vice-Presidente para a Educação da Microsoft, Anthony Salcito, que fez a conferência via Skype, mas estiveram presentes vários representantes da Microsoft Portugal e empresas ligadas ao desenvolvimento de software e conteúdos educativos.

Anthony Salcito está hoje a fazer uma "maratona" de 24 horas através do Skype para comunicar com escolas de todo o mundo, e Portugal figurou neste mapa global através da turma do quarto ano do Colégio Monte Flor , que tem usado portáteis com ecrã tátil este ano, orientados por um professor que já foi premiado mundialmente pelas suas práticas inovadoras.

O novo sistema operativo da Microsoft tem funcionalidades que podem ajudar a transformar também a área do ensino, quer através do novo interface de toque quer da exploração do interface por gestos, que tira partido da câmara dos equipamentos para reconhecer gestos dos alunos, explicou ao TeK Joice Fernandes, responsável pelo projeto Shape the Future da Microsoft. 

"A killer feature que queria salientar é o Windows To Go, com a possibilidade que tenho de criar um ambiente que vai para além da utilização do próprio PC e usar uma vulgar pen USB que funciona com um sistema operativo pré-instalado, que pode ser usada em qualquer device para o aluno ou professor levarem consigo o ambiente educativo, e usarem as ferramentas em qualquer lugar", adiantou o responsável pelo projeto global.

O Windows To Go tem sido apresentado como um dos argumentos mais interessantes do novo sistema operativo na área profissional, mas na educação facilita a disseminação de um sistema de baixo custo, que é seguro, prático e facilmente transportável por alunos e professores, que levam para casa o ambiente no qual podem continuar as tarefas iniciadas na escola.

A Microsoft já está a trabalhar com instituições de ensino, fabricantes, empresas de conteúdos e operadores de telecomunicações para explorar as possibilidades do Windows To Go e em breve poderá haver projetos concretos com esta tecnologia.
Joice Fernandes acredita que Portugal tem um enorme potencial no dessenvolvimento de soluções e conteúdos para a educação, e tem procurado atrair interesse também através do projeto Shape The Future, ajudando a projetar a tecnologia e competências nacionais.

"Podemos criar em Portugal um laboratório vivo de competências na área de tecnologias da informação. Temos bons exemplos e know how que podemos exportar e não há nenhum país que se tenha afirmado nesta área", justifica em entrevista ao TeK.

Apesar de reconhecer que o investimento em tecnologias da informação na educação em Portugal está praticamente parado, Joice Fernandes acredita que as empresas devem continuar a investir em I&D e competências, mas tendo em vista o mercado global.

Fonte: Sapo Tek

Nenhum comentário:

Postar um comentário