Pub

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

História dos Óscares: Melhor Atriz

A intérprete que mais Óscares ganhou encontra-se nesta categoria: Katharine Hepburn venceu quatro estatuetas de Melhor Atriz. Saiba aqui quem foram as outras 67 vencedoras do troféu.


Ao longo de 84 anos, a Academia de Ciências e Artes de Hollywood, já galardoou 67 intérpretes com o Óscar de Melhor Atriz. Houve, por isso, várias atrizes a ganhar o Óscar mais que uma vez.

A recordista absoluta de qualquer Óscar de interpretação é Katharine Hepburn que ganhou quatro vezes o Óscar de Melhor Atriz, por «Glória de um Dia» (em 1934), «Adivinha quem Vem Jantar»(1968), «Um Leão no Inverno» (1969) e «A Casa do Lago» (1982).

Houve ainda 12 intérpretes que ganharam duas vezes o Óscar de Melhor Atriz: Luise Rainer por «O Grande Ziegfeld» e «Terra Bendita», Bette Davis por «Mulher Perigosa» e «Jezebel, a Insubmissa», Olivia de Havilland por «Lágrimas de Mãe» e «A Herdeira», Vivien Leigh por«E Tudo o Vento Levou» e «Um Eléctrico Chamado Desejo», Ingrid Bergman por «Meia Luz» e «Anastásia», Elizabeth Taylor por «O Número do Amor» e «Quem tem Medo de Virgínia Woolf», Glenda Jackson por «Mulheres Apaixonadas» e «Um Toque de Classe»,Jane Fonda por «Klute» e «O Regresso dos Heróis», Sally Field por «Norma Rae» e «Um Lugar no Coração», Jodie Foster por «Os Acusados» e «O Silêncio dos Inocentes», Hilary Swank por «Os Rapazes Não Choram» e «Million Dollar Baby – Sonhos Vencidos» e Meryl Streep, por «A Escolha de Sofia» e «A Dama de Ferro».

Houve também, pela única vez nas categorias de interpretação, um empate exato de votos. Em 1969, Barbra Streisand e Katharine Hepburn ganharam ambas o Óscar de Melhor Actriz, respectivamente por «Funny Girl – Uma Rapariga Endiabrada» e «Adivinha quem Vem Jantar», ao receberem precisamente o mesmo número de votos.

A categoria existe desde a primeira cerimónia, em 1929, mas nos primeiros dois anos consagrava o trabalho de uma atriz por todos os filmes que fizera no respetivo ano.

Logo na terceira cerimónia, a regra mudou, com apenas um dos filmes a ser citado no prémio final embora com mais que uma película a surgir nos boletins de voto.

Finalmente, a partir da quarta cerimónia, em 1931, instaurou-se o atual sistema de que é a interpretação num determinado filme de cada atriz que é alvo de nomeação.

Até à oitava cerimónia, em 1936, o galardão destinava-se a todas as atrizes mas a partir da nona cerimónia, em 1937, a categoria dividiu-se em Atriz Principal e Atriz Secundária, o que se mantém até hoje.

Meryl Streep tornou-se o ano passado a atriz mais nomeada ao Óscar de Melhor Atriz, com 13 nomeações (a que se somam outras três de Atriz Secundária), superando assim as 12 deKatharine Hepburn.

Kate Winslet é a intérprete que continuamente mais recordes bate a cada nomeação aos Óscares que recebe: aos 22 anos foi a atriz mais jovem a receber duas nomeações, sendo-o posteriormente a receber três, quatro, cinco e seis, aos 33 anos, por «O Leitor», pelo qual conquistou finalmente a estatueta dourada.

Até à data, Jessica Tandy foi a mais idosa vencedora do Óscar de Melhor Atriz, ganhando aos 80 anos por «Miss Daisy», e Marlee Matlin foi a mais jovem de todas, conquistando aos 21 anos a estatueta dourada por «Filhos de Um Deus Menor».

Lista completa de vencedores do Óscar de Melhor Atriz:


2011 – Meryl Streep – A Dama de Ferro (The Iron Lady)
2010 – Natalie Portman – Cisne Negro (Black Swan)
2009 – Sandra Bullock – Um Sonho Possível (The Blind Side)
2008 – Kate Winslet – O Leitor (The Reader)
2007 – Marion Cotillard – La Vie en Rose (La Môme)
2006 – Helen Mirren – A Rainha (The Queen)
2005 – Reese Witherspoon - Walk the Line
2004 – Hilary Swank – Million Dollar Baby – Sonhos Vencidos (Million Dollar Baby)
2003 – Charlize Theron – Monstro (Monster)
2002 – Nicole Kidman – As Horas (The Hours)
2001 – Halle Berry – Monster's Ball - Depois do Ódio (Monster's Ball)
2000 – Julia Roberts - Erin Brockovich
1999 – Hilary Swank – Os Rapazes Não Choram (Boys Don't Cry)
1998 – Gwyneth Paltrow – A Paixão de Shakespeare (Shakespeare in Love)
1997 – Helen Hunt – Melhor é Impossível (As Good As It Gets)
1996 – Frances McDormand - Fargo
1995 – Susan Sarandon – A Última Caminhada (Dead Man Walking)
1994 – Jessica Lange – Céu Azul (Blue Sky)
1993 – Holly Hunter – O Piano (The Piano)
1992 – Emma Thompson – Regresso a Howards End (Howards End)
1991 – Jodie Foster – O Silêncio dos Inocentes (The Silence of the Lambs)
1990 – Kathy Bates – Misery – Capítulo Final (Misery)
1989 – Jessica Tandy – Miss Daisy (Driving Miss Daisy)
1988 – Jodie Foster – Os Acusados (The Accused)
1987 – Cher – O Feitiço da Lua (Moonstruck)
1986 – Marlee Matlin – Filhos de um Deus Menor (Children of a Lesser God)
1985 – Geraldine Page – Regresso a Bountiful (The Trip to Bountiful)
1984 – Sally Field – Um Lugar no Coração (Places in the Heart)
1983 – Shirley MacLaine – Laços de Ternura (Terms of Endearment)
1982 – Meryl Streep – A Escolha de Sofia (Sophie's Choice)
1981 – Katharine Hepburn – A Casa do Lago (On Golden Pond)
1980 – Sissy Spacek – A Filha do Mineiro (Coal Miner's Daughter)
1979 – Sally Field - Norma Rae
1978 – Jane Fonda – O Regresso dos Heróis (Coming Home)
1977 – Diane Keaton - Annie Hall
1976 – Faye Dunaway – Escândalo na TV (Network)
1975 – Louise Fletcher – Voando Sobre um Ninho de Cucos (One Flew Over the Cuckoo's Nest)
1974 – Ellen Burstyn – Alice Já Não Mora Aqui (Alice Doesn't Live Here Anymore)
1973 – Glenda Jackson – Um Toque de Classe (A Touch of Class)
1972 – Liza Minnelli – Cabaret – Adeus Berlim (Cabaret)
1971 – Jane Fonda - Klute
1970 – Glenda Jackson – Mulheres Apaixonadas (Women in Love)
1969 – Maggie Smith – Quando a Primavera Acaba (The Prime of Miss Jean Brodie)
1968 – Katharine Hepburn – Um Leão no Inverno (The Lion in Winter) e Barbra Streisand - Funny Girl – Uma Rapariga Endiabrada (Funny Girl)
1967 – Katharine Hepburn – Adivinha quem Vem Jantar (Guess Who's Coming to Dinner)
1966 – Elizabeth Taylor – Quem Tem Medo de Virginia Woolf? (Who's Afraid of Virginia Woolf?)
1965 – Julie Christie - Darling
1964 – Julie Andrews - Mary Poppins
1963 – Patricia Neal – Hud – O Mais Selvagem entre Mil (Hud)
1962 – Anne Bancroft – O Milagre de Ann Sullivan (The Miracle Worker)
1961 – Sophia Loren – As Duas Mulheres (La Ciociara)
1960 – Elizabeth Taylor – O Número do Amor (Butterfield 8)
1959 – Simone Signoret – Um Lugar na Alta Roda (Room at the Top)
1958 – Susan Hayward – Quero Viver (I Want To Live!)
1957 – Joanne Woodward – As Três Faces de Eva (The Three Faces of Eve)
1956 – Ingrid Bergman - Anastásia (Anastasia)
1955 – Anna Magnani – A Rosa Tatuada (The Rose Tattoo)
1954 – Grace Kelly – Para Sempre (The Country Girl)
1953 – Audrey Hepburn – Férias em Roma (Roman Holiday)
1952 – Shirley Booth – A Cruz da Minha Vida (Come Back, Little Sheba)
1951 – Vivien Leigh – Um Eléctrico Chamado Desejo (A Streetcar Named Desire)
1950 – Judy Holliday – A Mulher que Nasceu Ontem (Born Yesterday)
1949 – Olivia de Havilland – A Herdeira (The Heiress)
1948 – Jane Wyman – Belinda, Escrava do Silêncio (Johnny Belinda)
1947 – Loretta Young – A Filha do Lavrador (The Farmer's Daughter)
1946 – Olivia de Havilland – Lágrimas de Mãe (To Each His Own)
1945 – Joan Crawford – Alma em Suplício (Mildred Pierce)
1944 – Ingrid Bergman – À Meia Luz (Gaslight)
1943 – Jennifer Jones – A Canção de Bernadette (The Song of Bernadette)
1942 – Greer Garson – A Família Miniver (Mrs. Miniver)
1941 – Joan Fontaine – Suspeita (Suspicion)
1940 – Ginger Rogers – Kitty, A Rapariga da Gola Branca (Kitty Foyle)
1939 – Vivien Leigh – E Tudo o Vento Levou (Gone with the Wind)
1938 – Bette Davis – Jezebel, a Insubmissa (Jezebel)
1937 – Luise Rainer – Terra Bendita (The Good Earth)
1936 – Luise Rainer – O Grande Ziegfeld (The Great Ziegfeld)
1935 – Bette Davis – Mulher Perigosa (Dangerous)
1934 – Claudette Colbert – Uma Noite Aconteceu (It Happened One Night)
1932/33 – Katharine Hepburn – Glória de um Dia (Morning Glory)
1931/32 – Helen Hayes – O Pecado de Madelon Claudet (The Sin of Madelon Claudet)
1930/31 – Marie Dressler - Min and Bill
1929/30 – Norma Shearer – A Divorciada (The Divorcee)
1928/29 – Mary Pickford - Coquette
1927/28 – Janet Gaynor – A Hora Suprema (7th Heaven), O Anjo da Rua (Street Angel) e Aurora (Sunrise)

Fonte: Sapo Cinema

Nenhum comentário:

Postar um comentário