Pub

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Um plano para tirar Portugal da crise...


De forma resumida, consiste no seguinte:
Com um ligeiro impulso, faz-se com que um berlinde percorra uma calha com declive negativo; no final da calha, a esfera embaterá num rato de plástico, fazendo-o mover-se na direcção de uma mulher gorda que gritará de forma estridente; o grito da mulher gorda assustará um papagaio, obrigando-o a esvoaçar; as asas do papagaio embaterão numa bola de bilhar em equilíbrio instável fazendo-a vencer a inércia; o movimento imprimido à bola fará com que esta entre num tubo no final do qual estarão alinhadas duzentas mil peças de dominó que cairão uma a uma e sequencialmente; a queda da última fará com que uma tesoura se feche, cortando um fio; o corte do fio libertará uma baqueta de metal com uma extremidade macia coberta de feltro; a baqueta mover-se-á em direcção a um gongo, embatendo a parte macia na campânula deste último; produzir-se-á um efeito de rufo que, por sua vez, terá como consequência directa o crescimento da economia a dois dígitos durante, pelo menos, cinco anos.

Dirão alguns que este plano não é grande coisa.

Respondo-lhes que o do Tó Zé parece muito menos credível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário