Pub

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Quantos funcionários do Estado havia no final de 2012?

Segundo o Sistema de Informação da Organização do Estado (SIOE) existiam, no final de 2012, 583 669 postos de trabalho no sector das administrações públicas. Ou seja, menos 4,6% do que no final do ano anterior. Na prática por cada dez empregos que desapareceram em 2012 aproximadamente um correspondia a um posto de trabalho no Estado, ou seja, perderam-se 28 132 empregos no Estado em apenas um ano.

A redução de efetivos ocorreu com maior intensidade na administração central (-4,8% entre 2011 e 2012) e menos intensa em ambas as regiões autónomas com perdas de 2,2% no Açores e de 2,4% na Madeira. No final de 2012, em cada 100 portugueses que compunham a população ativa 10,7 trabalhavam para o Estado.

E quais foram as profissões no estado que maior redução de quadros registaram entre 2011 e 2012?
  • Educadores de Infância e Docente do Ensino Básico/Secundário (-13 603)
  • Assist. operacional/operário/auxiliar (-6 406)
  • Assistente técnico/administrativo (-2 330)
  • Forças de segurança (-1 312)
  • Forças armadas (-1 020)

Nenhum comentário:

Postar um comentário