Pub

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Um Sócrates alternativo

Manuela Ferreira Leite veio ontem aconselhar o governo a deixar derrapar o défice e a acumular mais dívida. Também disse que isso dos resgates não interessa para nada, o que interessa é que as pessoas não sofram, pelo que não vem grande mal ao mundo se vier um 2º resgate. Se o diz agora, quando o país está em risco de pedir um 2º resgate e a dívida já ultrapassou em muito o limiar de segurança que permite aceder aos mercados de forma independente, o não teria feito se em 2009 tivesse ganho as eleições. No final de 2009, o défice era de 12%, mas a dívida andava na casa dos 80%, um valor que dava alguma folga. Ainda não era óbvio que ficaríamos fora dos mercados. Manuela Ferreira Leite, com a filosofia que hoje defende, e com o que demonstrou em 2002-2004, teria seguido uma política de gestão da dívida pública muito similar a Sócrates, com a agravante que andaria mais preocupada em reeleger Cavaco do que com a governação. Manuela Ferreira Leite quando se apresentou como alternativa a Sócrates em 2009 enganou os seus eleitores. Ferreira Leite não era uma alternativa a Sócrates, era um Sócrates alternativo.


Fonte: Blasfémias

Nenhum comentário:

Postar um comentário