Pub

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Prognósticos: Porto - Benfica


Aconteça o que que acontecer nas últimas duas jornadas do campeonato, o futebol português ficará com uma dívida de gratidão ao Estoril-Praia. O empate na Luz não só nos devolve a emoção que julgávamos perdida para uma fastidiosa procissão de um país de benfiquistas por defeito, como, de uma assentada, abre duas importantes janelas de oportunidade:
  1. O Benfica tem a oportunidade de se reafirmar enquanto um campeão legitilimado pela qualidade do seu futebol. De facto, o futebol do Benfica, é o que melhor se adapta às exigências de uma liga estruturalmente desequilibrada e o que mais prontamente responde à chamada do futebol espectáculo. Seria lamentável que o mérito do futebol implementado por Jorge Jesus ficasse ensombrado pela disseminada sensação de logro que resultou do jogo com o Sporting (neste particular é lamentável que o ponto conseguido pelo Estoril afunde ainda mais o Sporting, clube que na Luz viu amplamente sabotada a sua perseguição à Liga Europa).
  2. O Porto passa a ter a oportunidade de ganhar um campeonato que, na realidade, nunca se permitiu a perder. Sem derrotas, a equipa de Vítor Pereira (que nem sequer foi inferior ao Benfica na Luz) pagou um preço alto tanto pela carestia de extremos com que alimentar o 4-3-3, como pelo síndrome dos penalties falhados. Sábado, em forma de dádiva não esperada, o Porto estará aprumado para o jogo do título (fica a faltar a Capital do Móvel, onde há uns anos o Porto decidiu o campeonato na última jornada com um golo de Adriano). Se é verdade que o brilho do futebol portista foi bastante intermitente ao longo da época (numa equipa construída para jogar Champions, não por acaso os 2 melhores jogos foram contra PSG e Málaga no Dragão), o prémio à tenacidade poderia ser vir a propósito. Para o Porto o Campeonato Nacional tornou-se num título banal, mas eis criadas as condições que o poderão tornar memorável.
Que ganhe o melhor!

Fonte: Arrastão

Nenhum comentário:

Postar um comentário