Pub

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Estou farto de cangalheiros...!



O Portugal Glorioso publica hoje um texto de Jorge Fiel, no qual me revejo (excepto a questão da falta de cabelo, que felizmente ainda tenho muito)...

Quando me perguntam como é que estou, eu respondo "Não me queixo". Tenho trabalho, salário na conta ao fim do mês e, que saiba, não transporto doença grave, além, da usual hipertensão - que creio controlada por medicação, com a tensão arterial e os níveis de colesterol a balouçar nas fronteiras do aceitável.

Não tenho razões para me queixar, e apesar de sofrer com o número excessivo de compatriotas no desemprego e/ou na pobreza, não descortino razões para me queixar. E estou farto até à ponta dos cabelos (que reconheço não serem muitos) do coro trágico de cassandras catastrofistas que apesar de terem emprego e serem aparentemente saudáveis se deixaram atolar no lodo da lamúria.

Nunca fui de ler nas folhas de chá e não acredito em bolas de cristal, mas como estou farto de cangalheiros e pessimistas profissionais resolvi alinhar algumas informações que considero relevantes em beneficio das preclaras e preclaros amigos que persistem em se dar à maçada de ler estas linhas.

  • Sabia que no 2.0 trimestre deste ano interrompemos a recessão e a riqueza produzida no nosso país cresceu 0,6%, o que marca o fim de dez trimestres consecutivos de contração económica, de acordo com a Católica?
  • Sabia que as exportações subiram 4,1% nos cinco primeiros meses deste ano, com um maio fantástico (+5,6%) a contrariar a tendência para a desaceleração registada nos últimos sete meses de 2012 e o seu valor (4,3 mil milhões de euros) a constituir o máximo de sempre nos registos oficiais?
  • Sabia que a produção industrial em Portugal cresceu em abril (2,4%) e maio (4,4%), após 25 trimestres consecutivos de queda?
  • Sabia que de acordo com o inquérito do INE do 1.0 semestre, o pessimismo dos empresários recuou e 75% das 3600 empresas planeiam investir este ano?
  • Sabia que a OCDE afirma que a recuperação está a ganhar força em Portugal e os seus indicadores compósitos avançados dão conta de uma subida nas perspetivas de melhoria da atividade económica?
  • Sabia que as previsões macro apontam para saldos positivos da balança corrente e de capital neste ano (4,5%) e no próximo (6,4%)?
  • Sabia que a economia real está mais jovem, pois nos primeiros seis meses deste ano foram criados mais de 20 mil novos negócios - mais do dobro das empresas que fecharam ou estão insolventes (9866) - e que há cinco anos que não abriam tantas empresas?
  • Sabia que os analistas antecipam um crescimento dos lucros das empresas cotadas que integram o PSI 20, que no primeiro semestre registaram uma subida média de 6% nos seus lucros?
  • Sabia que o défice das administrações públicas na primeira metade do ano ficou nos 3,8 mil milhões de euros, mais de dois mil milhões de euros abaixo do limite da troika?
  • Sabia que muito provavelmente já batemos no fundo e que as andorinhas poderão estar de volta, a anunciarem uma primavera, feliz e risonha primavera, com as flores a florirem e os cães a andarem tolos atrás das cadelinhas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário