Pub

quarta-feira, 29 de junho de 2016

A informática... do Prof-Folio - Project Bloks: A Google quer ensinar as crianças a programar!



Trago hoje um projeto muito interessante, que à semelhança de outros já existentes, poderão ser uma mais-valia no desenvolvimento da consciência lógico-matemática dos nossos alunos. Pela simplicidade, poderá ser executado perfeitamente no primeiro ciclo.

A vertente educacional da Google sempre foi muito elevada. Para além de fornecer às escolas aplicações e serviços a custo zero, dedica-se muitas vezes a tentar criar as bases para os inventores e programadores do futuro.

Na continuação de todos os seus esforços, a Google apresentou agora o Project Bloks, uma plataforma direccionada para crianças com o objectivo de as ensinar a programar.


O Project Bloks assenta numa plataforma muito simples e que permite a qualquer criança começar a dar os primeiros passos no mundo da programação, podendo desde o início interagir com hardware, que ele próprio pode interagir com outros elementos.

A ideia da Google foi criar uma plataforma que permitisse criar comandos que são transmitidos e que permitem materializar toda a programação que pode ser feita, dando aos mais pequenos uma forma de verem as suas criações a agir.

Para dar esta capacidade ao Project Bloks foram criados 3 módulos distintos e que conseguem “conversar” entre si. O primeiro desses elementos é o Brain Board, que é o cérebro de todos estes elementos e onde está concentrado todo o processamento. Assente num Raspberry Pi Zero, consegue controlar e dar energia a todos os restantes elementos. É também por este que o Brain Board comunica com outros dispositivos, quer por Wi-Fi quer por Bluetooth.


O segundo elemento desta cadeia é a Base Board. Podem ser interligadas várias entre si e destinam-se a transmitir as instruções e os comandos para os restantes elementos, criando cadeias de código.

Por fim temos os Pucks. A estes cabe o papel de interagir com outros elementos fora da cadeia do Project Bloks e foram criados propositadamente para serem de baixo custo. A sua função pode ir desde o simples apagar de uma lâmpada, mover elementos ou tocar uma música.

Os Pucks podem ser algo tão simples como uma folha de papel onde foi traçado um caminho com tinta condutora e que assim se torna um elemento do Project Bloks. Claro que há elementos bem mais complexos e que podem ser criados pelas próprias crianças.

A Google vai agora iniciar as primeiras experiências com o Project Bloks, estando para já limitadas a algumas escolas, provavelmente nos Estados Unidos. Mais tarde, e dependendo do sucesso do Project Bloks, será alargado.

Este é mais um projecto da Google que quer trazer as crianças para a tecnologia desde muito cedo, habituando-as a lidar com ela e mostrando formas como esta pode ser útil.

Site: Fonte: Pplware

Nenhum comentário:

Postar um comentário