Pub

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Dropbox – Uma ferramenta útil

Hoje em dia, muitos de nós, passam grande parte do tempo a saltar entre máquinas. No trabalho têm um equipamento, em casa têm outro e por vezes ainda acrescentamos um portátil e/ou um smartphone ao rol de desktops que utilizamos.



Não é fácil gerir os conteúdos comuns em cada uma das máquinas.

Eu pessoalmente já tive imensas dificuldades em encontrar o ficheiro mais actualizado na pen, disco externo ou nos próprios computadores.


Até, que através do Peopleware, descobri esta maravilhosa ferramenta que passei a utilizar e deixei de ter esses problemas.

Na minha opinião, trata-se de uma ferramenta essencial!

Perguntamos então, mas como isso é feito? O Dropbox é um programa que usa o conceito de Computação nas Nuvens(cloud computing), que é um modelo de computação em que os dados, ficheiros e aplicações residem em servidores físicos ou virtuais, acessíveis por meio de uma rede em qualquer dispositivo compatível. No caso do Dropbox o disco virtual oferece 2GB de espaço e também tem a opção de upgrade podendo esse espaço ser obtido, pagando, ou então fazendo convites.



O ideal seria termos quem fizesse essa gestão por nós, isto é, termos online um serviço que esteja obcecado pelo nosso trabalho, que grave tudo e seja uma cópia fiel de uma determinada área de trabalho local.



O Dropbox é a solução. Não entre várias máquinas como também entre vários sistemas operativos.

Hoje com mais de três meses de experiência, já não consigo ter uma máquina sem esta pérola



Esta cópia temporal permite que os ficheiros mesmo que sejam apagados sejam recuperados alguns dias depois, se necessário; o Dropbox guarda essas alterações para que possa recuperar algo se for apagado por engano.

Mas onde ficam guardados os meus ficheiros?
Sim é um pergunta importante, pois quem aposta neste tipo de serviço pretende estabilidade, segurança e fiabilidade, mas todos esses requisitos foram acautelados pela equipa do Dropbox. Todos os ficheiros existentes nos servidores Dropbox são enviados por SSL, encriptados com AES-256 e guardados nos seus servidores.


Mas vamos a um exemplo prático e real:
Eu tenho na empresa o meu computador onde instalei o Dropbox. Em casa no meu portátil tenho o mesmo serviço instalado e o mesmo acontece no meu servidor. Sempre que preciso de ter à mão algum documento, palavra-passe ou ficheiro que seja necessário sempre que estou frente a um computador, arrasto-o para dentro da pasta Documents que existe dentro da pasta Dropbox.

Logo que me ligo, o serviço Dropbox sincroniza-se com o servidor do Dropbox e transfere para as pastas existentes no computador o que existe de novo na conta, assim posso de imediato ter acesso ao documento que arrastei na empresa para dentro da tal pasta.

Caso esteja nalgum lugar e precise de algo que está na minha conta Dropbox e tenha um PC à mão, entro no serviço online, com o meu username e password e com isso acesso ao documento em qualquer ponto do planeta, desde que tenha um computador com acesso à net.

Posso também partilhar imagens, fotografias, ficheiros de áudio e de qualquer outro tipo através da pasta Public, que me atribui uma link público para partilhar com o mundo.



Para começar vá ao site do


Dropbox


e registe-se. Após estar registado faça o download da aplicação Dropbox. Esta aplicação colocará na sua máquina uma pasta normal. Dentro desta, serão criadas outras todas farão a ponte entre as máquinas e tudo o que lá colocar será sincronizado. Primeiro passa pelo serviço que criará uma cópia temporal e quando uma outra máquina se sincronizar, receberá os ficheiros que deixou na primeira máquina.

Um comentário:

  1. Parabéns pelo artigo. É francamente esclarecedor. Obrigada.
    Continuação de bom trabalho.
    Ana Rodrigues

    ResponderExcluir