Pub

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Leituras para Férias... As Cinquenta Sombras de Grey - E. L. James


Livro I

Não podia deixar passar um comentário em branco do livro mais falado do momento, ou seja, o primeiro livro da que diz ser a trilogia mais vendida em todo o mundo: As Cinquenta Sombras de Grey. Dando a conhecer um pouco melhor a sua autora, Erika Leonard James nasceu em meados de 1963 e desde sempre teve o sonho de escrever um livro que agradasse o leitor e que lhe proporcionasse certas sensações. Optou pelo temo do sexo e, até ver, resultou.

Fifty Shades of Grey foi lançado no Reino Unido em Maio de 2011 (versão imprimida, porque meses antes tinha saído a versão digital e-book) e nunca um livro em tão pouco tempo teve uma ascensão tão grande quanto este. Em Portugal saiu em Julho de 2012 e já foi traduzido para 45 línguas diferentes, sendo português uma delas. (1)

Em Agosto, a Amazon (uma das maiores lojas Online, espalhadas em cada canto do mundo) anunciou que vendeu mais cópias de apenas As Cinquenta Sombras de Grey do que a saga toda junta de Harry Potter, o que faz de E L James a escritora que mais vendeu no mundo, ultrapassando J. K. Rowling. (2)

Como já referi, estamos perante o primeiro livro desta trilogia que depressa se tornou quase um bom vírus para quem tem a leitura como um dos passatempos preferidos ou não.

Muito resumidamente (ou não assim tão resumidamente quanto isso), a senhora James trouxe-nos duas personagens principais, a Anastacia Steele, uma jovem estudante a terminar o curso de literatura, bonita e humilde; e o Christian Grey, o também jovem (apesar de mais velho que Anastacia) mas dono de uma multimilionária empresa.

A amiga de Anastacia, a Katherine Agnes mais conhecida por Kate, aspirante a jornalista tinha uma entrevista marcada com o Grey, mas por motivos de saúde não conseguiu. Pediu então a melhor amiga para o fazer que aceitou e foi assim que se conheceram. A partir deste ponto é uma viagem incrível pelos desejos mais escondidos de cada um, vividos pelo homem mais experiente na matéria com uma das mulheres mais inexperientes possíveis.

Vai ser sempre conhecido por ser um livro recheado de sexo, dominação e submização, disciplina e obdiência, sadomismo e masoquismo, descrições puras e nuas... Um livro sem qualquer pudor, e ainda bem.

Em várias críticas que podemos encontrar pela Internet em relação a este livro, em quase todos é intitulado como um romance erótico. Não concordo. No mínimo é um romance pornográfico.

Outra coisa que vemos muito é: "Conquistou o coração das mulheres", "As mulheres voltaram a ler por causa deste livro", "As mulheres...", "As mulheres..." Então e os homens?! Eu sou homem e gostei muito do livro. É como ver pornografia, mas com palavras e alguma estória, sem tirar nem por. Mas acreditem que estamos perante uma espécie de experiência que em mais nenhum livro podemos assistir.

Prós:
  • Novidade
  • Ao ler o livro, o leitor poderá muitas vezes sentir reacções físicas e externas
  • Leitura suave, regular e fluida
  • Mesmo com toda a "acção", a estória está presente...
Contras:
  • ...Apesar de um pouco fraquinha
  • Certos acontecimentos são um pouco impressionantes e improváveis de se viver na realidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário