Pub

terça-feira, 21 de junho de 2011

O (re)começo!

Pronto já está empossado!
Agora, mãos ao trabalho, pois não se pode perder tempo!
Confesso que tenho alguma esperança neste governo e na sua capacidade para fazer emergir novamente este "barco" que quase foi afundado. A juventude, independência e capacidade de trabalho foi o que me ocorreu quando os nomes foram tornados públicos...
Esperamos, para bem de todos nós que consigam apresentar resultados.


Ficam aqui alguns excertos do discurso do PM que importa destacar por diferentes motivos:

“Os portugueses esperam do seu Primeiro-Ministro que lhes fale com franqueza e que poupe nas palavras. Não escondemos a dimensão e a urgência dos desafios que se nos colocam, mas também não os receamos. Vivemos tempos difíceis e mais tormentas ainda nos aguardam”

"Governarei sem recorrer a falsas promessas, sem vislumbrar admiráveis mundos virtuais, mas decidindo e agindo com responsabilidade, abertura e transparência”

“A crise que hoje atravessamos mostrou o esgotamento dos modos antigos e fez ressoar o apelo à mudança”, que passará, segundo Passos Coelho, por “um espírito reformista enérgico e corajoso”

“O dia de hoje assinala um novo pacto de confiança entre Portugal, os seus parceiros europeus e os agentes internacionais”

“Portugal jamais poderá regressar à ilusão de que a dívida em espiral alimenta crescimento”

Nenhum comentário:

Postar um comentário